O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Jesus conta contigo!

Escola Vivencial

A Escola é uma comunidade de cristãos que, desejando ser discípulos, procuram capacitar-se para “conhecer cada vez mais as riquezas da fé e do Batismo e vivê-las em plenitude crescente”. Na dinâmica desse conhecimento incluem-se a convivência fraterna, o estudo da Palavra de Deus e sua conscientização, a planificação racional da ação evangelizadora e os caminhos do MCC para atingir seus objetivos.

A Escola é, pois, fundamentalmente, vivencial. Sendo vivencial, está aberta a analise, ao estudo e à crítica dos desafios e dos problemas contemporâneos, sempre à luz da fé e dos critérios do Reino de Deus. Por isso, a Escola se torna um instrumento de formação integral do cristão leigo não apenas para ser responsável no MCC ou no CUR, mas, sobretudo, para viver em unidade.

Como todo cristão leigo tem o direito de receber uma formação integral, a Escola Vivencial enfatiza esta formação que abrange vários aspectos:

a) Formação Espiritual: “cada um é chamado a crescer incessantemente na intimidade com Jesus Cristo, na conformidade com a vontade do Pai, na dedicação aos irmãos, na caridade e na justiça”;

b) Formação Doutrinal: revela-se hoje cada vez mais urgente no sentido de aprofundamento da fé, mas também pela exigência de racionalizar a esperança. Numa realidade de mundo que praticamente, desconhece a esperança e, por isso, vive o desespero, o cristão, ressuscitado com Cristo para a Vida Nova, tem de saber dar razão da esperança. Esperança de transformação evangélica da realidade temporal; esperança de uma “nova terra” onde haja justiça, solidariedade, fraternidade e perdão; esperança, por isso do Reino definitivo.

c) Formação Social: nesse campo está a “decidida promoção da cultura” e, em particular, sobretudo, para os fieis leigos, de várias formas empenhados no campo social e político, é absolutamente indispensável uma consciência mais exata da doutrina social da Igreja".

d) Formação no Campo dos Valores Humanos: necessária para a eficácia da ação missionária e pastoral. Na CL cita-se o Decreto Conciliar sobre a atividade apostólica dos leigos, onde se insinua a importância da competência profissional, o sentido da família e o espírito de justiça e de honradez “sem os quais nem sequer se pode dar uma vida cristã autêntica”.



Página Melhor Visualizada em Resolução 800x600 no Internet Explorer
2009 MCCPELOTAS Todos os direitos reservados. Política de privacidade.