O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Jesus conta contigo!
 

Santuário de Guadalupe - Pelotas RS

 
 

Atenção: para acessar Blog do Santuário de Guadalupe - clique nesta linha aqui


 
  Para ver as fotos do Santuário clique aqui ou na figura acima

História do Santuário

O Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, na Cascata, nasceu da consciência da presença de Maria, Mãe de Jesus, no coração do povo da região da Diocese de Pelotas. Da percepção desta presença surgiu a sugestão de expressar a devoção mariana através de um santuário. Por isso, a Diocese de Pelotas promoveu, em 1985, consulta sobre a criação de um santuário mariano e de uma romaria diocesana. O resultado da sondagem, da qual participaram centenas de comunidades, foi partilhado no encontro diocesano de grupos de reflexão, reunindo 700 pessoas, em agosto de 1985. A sugestão, que predominou, foi a de erigir um santuário, dedicado a Nossa Senhora de Guadalupe, na Cascata. A proposta foi aprovada pela Assembléia Diocesana de 15 de novembro do mesmo ano.
A área de terra, de 7 ha., onde se localiza o Santuário, havia sido doada à Diocese de Pelotas, em 1978, pelas senhoras Dulce e Rosina Cordeiro de Moraes, irmãs, já falecidas. O projeto do Santuário inclui a construção de Casa de Formação e Retiros.

Devoção a Nossa Senhora de Guadalupe

A difusão da devoção à Nossa Senhora de Guadalupe na Diocese de Pelotas foi crescente a partir de 1979, ano em que se realizou a 3ª Conferência do Conselho Episcopal Latino-Americano em Puebla, México. A participação do bispo diocesano dom Jayme Chemello, neste encontro eclesial latino-americano, o fez perceber a importância da devoção a Nossa Senhora de Guadalupe para o povo mexicano e para a Evangelização da América Latina. O entusiasmo do bispo pela devoção mariana de Guadalupe contribuiu para a rápida difusão da mesma em muitas comunidades. Nossa Senhora de Guadalupe é invocada, na Diocese de Pelotas, desde a 1ª peregrinação, em 1986, como Estrela da Evangelização, Esperança dos Pobres e Mãe das Comunidades.

Reavivar a fé do nosso povo
A Romaria de Guadalupe, desde a sua 1ª edição, quis ser um momento especial para reavivar a verdadeira fé que o povo tem em Jesus Cristo, capaz de "nos converter em evangelizados e em evangelizadores, comprometidos com os mais pobres, à luz do Evangelho de Cristo". Por isso, Nossa Senhora de Guadalupe é invocada como Estrela da Evangelização. Para mostrar que Cristo é o centro da proposta evangelizadora foi erguida gigantesca Cruz da Evangelização junto ao Santuário da Cascata.

Chamar todos à conversão
Os cristãos são chamados a voltar-se para aqueles que estão afastados das comunidades, a fim de que estes se sintam chamados a participar da grande família do Povo de Deus. A Mãe de Jesus gera nas pessoas o espírito de filhos, porque "Maria tem um coração tão grande quanto o mundo e intercede ante o Senhor da História por todos os povos", diz Puebla. A Romaria, como o bispo dom Jayme Chemello declarou na 1ª peregrinação, "será um momento em que, através de Maria, pretendemos fazer uma verdadeira missão".

Fonte: site www.ucpel.tche.br/diocese/santuario/>nossasenhora.php

Para ver as fotos do Santuário clique aqui

 
Página Melhor Visualizada em Resolução 800x600 no Internet Explorer
2009 MCCPELOTAS Todos os direitos reservados. Política de privacidade.